Capitólio: passeios e delícias imperdíveis

Categorias:

América do Sul,Brasil,Destinos,Roteiros
Compartilhe:

Capitólio é um destinos mais procurados do momento para quem gosta de ecoturismo. A cidade mineira, localizada a 280 Km de Belo Horizonte, é banhada pelo Lago de Furnas, um dos maiores lagos artificiais do mundo, que combinado com os cânions de mais de 2o metros de altura formam paisagens paradisíacas.

As principais atividades de Capitólio estão relacionadas às águas de furnas como passeios de diferentes tipos de embarcações pelos cânions, estão também trilhas que levam à diversas lindas cachoeiras. Como são muitas as atividades possíveis, preparei um guia com o que fazer, onde ficar, o que comer e as principais dicas de Capitólio.

Cânios do Lago de Furnas, em Capitólio.

Principais passeios de Capitólio

Passeio no Lago de Furnas

A melhor forma de conhecer o Lago de Furnas e passear por entre o cânions é através dos passeios de chalana, catamarã ou lancha. As embarcações partem da ponte do Rio Turno, a 15 Km de Capitólio, próximo ao Km 306 da MG-050.

Os passeios de catamarã (em média R$75) e chalana (em média R$45) duram cerca de 4 horas e passam pelo Lagoa Azul e cânios do lago. Já os passeios de lancha (em média R$70) são mais rápidos e passam por mais dois lugares: o Vale dos Tucanos (sim, dá para ver tucanos!) e a Cachoeira Cascatinha. Há também a possibilidade de fechar passeios exclusivos, com mais possibilidades de roteiros e maior tempo de duração (fica em torno de R$2mil a lancha por até 7 horas). A contratação pode ser feita em agências no centrinho de Capitólio ou direto na ponte.

Passeio de barco em Capitólio

Paraíso Perdido

Sem dúvidas, é a atração mais famosa e imperdível da região. É passeio para o dia todo! São 18 piscinas naturais e 8 quedas d’água cristalinas que escorrem pelos cânions de quartzito com vegetação típica da Serra da Canastra. Atende todas as faixas etárias e estilos de turistas já que o acesso às cachoeiras e piscinas é feito por trilhas de diferentes distâncias e graus de dificuldade. Quanto mais “para dentro”, mais lindas vão ficando a paisagem e as cachoeiras. É cobrada uma taxa de R$40 por pessoa para passar o dia e mais R$40 ou R$50 (com ou sem barraca) para quem pretende pernoitar no camping, que conta com estrutura de lanchonete, banheiros com chuveiros de água quente, pias, mesas, churrasqueiras debaixo das árvores. Acesse o site para mais informações de como chegar e reservas. Ah! Fica a 35Km de Capitólio, a caminho de Passos, pela MG-050.

Paraíso Perdido, Capitólio.

 

Morro do Chapéu

O mirante de de 1.293 metros de atitute proporciona uma visão privilegiada e maravilhosa do Lago de Furnas e cidades da região. No topo do morro está a simpática capelinha de Nossa Senhora dos Desamparados. A estradinha até lá requer alguns cuidados em dias de chuva pois é fácil de atolar, mas possível até para carros 1.0. Já os mais animados, podem subir caminhando. Recomendo ir para assistir ao pôr do Sol.

Trilha do Morro do Chapéu, Capitólio.

 

Mirante dos cânions

Mais um lugar perfeito para adoradores de pôr do Sol, embora seja lindo a qualquer hora do dia. É dali que se tem a melhor vista dos cânions e onde são tiradas as fotos mais clássicas de Capitólio. Para chegar lá é preciso ir de carro até o Km 312, de Capitólio sentido São João Batista do Glória. É importante tomar cuidado pois é muito alto e não há qualquer tipo de proteção.

Mirante dos Canyons de Capitólio

Trilha do Sol

Um circuito de trilhas de fácil acesso que dá acesso a 3 cachoeiras deliciosas:

  • Cachoeira do Poço Dourado – A trilha que leva até o poço de águas cristalinas tem 1.200 metros de extensão e passa por uma floresta cheia de bromélias, orquídeas, violetas e samambaias.
  • Cachoeira No Limite – Para chegar até as águas de cor âmbar e ao divertido escorregador de pedras  é preciso caminhar um pouco mais de 1 Km, com grau de dificuldade fácil.
  • Cachoeira do Grito – Leva esse nome pois há uma tradição de que toda pessoa que se banha ali manda embora seus medos se der um grito bem forte que ecoa por todo o riacho.

Para visitar o circuito do Sol é preciso pagar a taxa de R$35 na baixa temporada e R$40 na alta. Mais informações no site da atração, que também tem uma pousada.

Trilha do Sol, em Capitólio

Outros lugares imperdíveis de Capitólio

  • Cachoeira Lagoa Azul
  • Cachoeira do Filó
  • Cascata Ecoparque
  • Cachoeira do Lobo
  • Cachoeira Fecho da Serra
  • Cachoeira do Grotão

Onde comer em Capitólio

Bom, só de estar em Minas Gerais já é certeza de que opções deliciosas não faltam. Ali na região de Capitólio, por conta das águas, peixes são o destaque, mas há outras opções também. Aqui vai uma lista com os melhores restaurantes de Capitólio:

  • Restaurante Chico Pintado – Ambiente rústico e aconchegante, tem como carro chefe a tilápia recheada, mas há várias outras opções para quem não é fã de peixes.
  • Restaurante Tropeiro Capitólio –
  • Kanto da Ilha – É o restaurante da região melhor avaliado no Trip Advisor e, talvez por isso, o mais badalado. O preço é salgadinho, mas vale pela localização (bem em frente ao Lago de Furnas), o clima jovem e descontraído. Quem não quiser fazer uma refeição, vale a pena sentar para curtir o som do DJ saboreando drinks e petiscos.
  • Empório Lagoa Azul – Ali também é pousada e entrada para a cachoeira de mesmo nome. Então, recomendo um almoço nesse restaurante que funciona no esquema buffet por quilo. A apresentação das comidas, em panelas de barro é bem atrativa, as opções típicas da cozinha mineira e o destaque fica por conta da tortinha de banana, uma das sobremesas oferecidas.

Outra coisa que é obrigatória em qualquer viagem à Minas, especialmente nessa região da Serra da Canastra, é se deliciar com queijos e doces. Em Capitólio, o melhor lugar é o Queijos Califórnia, onde há uma variedade enorme de queijos, doces, cachaças e ainda, um lanche delicioso com linguiça artesanal e queijo da canastra. Hummm…!

 

A melhor época para  ir a Capitólio depende muito do seu estilo. Os meses de dezembro e janeiro, período de chuva e calor intenso, são ideais para quem quer aventura já que as quedas d’água ficam mais volumosas, deixando as paisagens mais bonitas, piscinas mais agitadas e as estradas de acesso cheias de lama, aumentando o risco de carros comuns atolarem, o que é perfeito para quem curte pegar estrada de jipe, outros 4×4 e até motocross. Além disso, há também o risco de trombas d’água, bastante perigosas.

Já quando tem pouca chuva (mar/abr/set/out/nov), o nível do Lago de Furnas e volume das cachoeiras baixam bastante, formando prainhas, ideal para quem não sabe nadar. O risco de trombas d’água também é baixo e as estradas ficam melhores. O lado negativo desse período é que, nos passeios de barco, não dá para acessar o Vale dos Tucanos e a Cascatinhas, lugares muito lindos. Então, o passeio fica mais família.

No inverno, como o mais gostoso é nadar, nem todo mundo consegue aproveitar por causa do frio. Mas, como os dias costumam de céu limpo e sol, é uma boa para quem quer uma viagem estilo relax, curtindo as caminhadas, paisagens e até arriscar um mergulhos nas águas geladas. Nessa época, também é gostoso de visitar as fazendas produtoras de queijos da Canastra e até pegar alguma festa junina ou quermesses que acontecem nas cidadezinhas ao redor.

Capitólio é um lugar que, definitivamente, vale a viagem! Espero que minha seleção de passeios e dicas te ajudem a aproveitar ao máximo sua viagem.

Beijos

Tags:
Compartilhe:

2016 Julia Maiorana | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

Muitas imagens utilizadas neste blog vêm de fontes diversas e muitas vezes não autorizadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no blog e você desejar a remoção ou os devidos créditos, por favor envie um email para [email protected] que prontamente atenderei à solicitação.