Ecoturismo no Centro-Oeste e Sul

Categorias:

Brasil,Destinos,Roteiros
Compartilhe:

Belas paisagens e programações para praticar Ecoturismo no Centro-Oeste e Sul do Brasil.

Por conta da diversidade da fauna e flora do Brasil, cada destino para fazer Ecoturismo no Brasil se torna único e exclusivo. Já falei aqui no blog sobre o Ecoturismo no Norte e Nordeste e agora darei algumas dicas de locais para fazer Ecoturismo no Centro-Oeste e Sul do Brasil. Preparado? Vem comigo!

Ecoturismo no Centro-Oeste brasileiro

Bonito – Mato Grosso do Sul

Ecoturismo no Centro-Oeste - Bonito - Julia MaioranaSituado no Mato Grosso do Sul, Bonito não nega o nome, abriga um verdadeiro paraíso natural. Um local com uma combinação perfeita: natureza deslumbrante com infraestrutura para seus visitantes. Lá, você encontra boas opções de passeios para famílias, casais e grupos de amigos, como: fazer rapel em Abismo Anhumas, mergulhar no aquário natural Baía Bonito e no Rio Sucuri, conhecer a Gruta do Lago Azul, tomar banho na Cachoeira do Rio do Peixe, aproveitar os diferentes passeios no Eco Park Porto da Ilha, entre várias outras atrações.

Rios com águas cristalinas, cavernas com lagoas internas, cachoeiras e uma fauna diversificada fazem do local um dos melhores lugares para se praticar o ecoturismo. De lá, você pode aproveitar e visitar um dos mais interessantes paraísos ecológicos, o Pantanal.

Chapada dos Guimarães – Mato Grosso

Ecoturismo no Centro-Oeste - Chapada dos Guimarães - Julia MaioranaConsiderada a beleza do cerrado mato-grossense, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães oferece diversas cachoeiras como a do Moribundo, Véu de Noiva, da Martina e várias outras, além de possuir, também, cavernas e grutas como a Caverna Aroê Jarí e a Lagoa Azul.

Mas não pense que só de paisagem bonita vive a Chapada. O local possui 50 locais arqueológicos com pinturas rupestres e fósseis de animais pré-históricos, atrações perfeitas para quem aprecia esse tipo de aventura. Para chegar lá, você pode ir de Cuiabá até a entrada principal do parque, que são 50 quilômetros.  

Parque Nacional Chapada dos Guimarães: Aberto durante o ano todo. Entre dezembro a março tem maior incidência de chuvas. Entrada gratuita.

Chapada dos Veadeiros – Goiás

Ecoturismo no Centro-Oeste - Chapada dos Veadeiros - Julia MaioranaAinda na porta de entrada para a Chapada dos Veadeiros, a gente já dá de cara com Alto Paraíso e suas mais de 120 cachoeiras catalogadas.Turistas do mundo inteiro são atraídos pelo ar místico e espiritual do local, que abriga pousadas charmosas, lojas de artesanatos e restaurantes.

Passando pela Vila de São Jorge, você chega no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, que foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO. O lugar encanta com a mistura do cerrado, rios e cachoeiras, os tornando irresistíveis aos banhos, trilhas, passeios de bicicleta e vários outras atividades esportivas. Atenção: É recomendado tomar vacina de Febre Amarela com no mínimo 10 dias antes da sua viagem.

Parque Nacional Chapada dos Veadeiros: Aberto durante o ano todo. De novembro a abril é períodos de chuvas. Entrada gratuita.

Ecoturismo no Rio Grande do Sul

Cambará do Sul – Rio Grande do Sul

Ecoturismo no Sul - Cânion Itambezinho - Julia MaioranaTambém conhecida como “a terra dos cânions”, Cambará do Sul é a principal cidade para se fixar para quem quer conhecer os cânions Itaimbezinho e Fortaleza, considerados tesouros nacionais e as mais famosas atrações da região.

O Cânion Itaimbezinho, localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, é um dos maiores do Brasil, com extensão de 5.800 metros e profundidade máxima de 720 metros.No espaço cultural, o turista pode contratar um guia para realizar trilhas, que podem levar a cascatas, mirantes e banhos em piscinas naturais.

 

 

Cânion Itaimbezinho: Aberto de terça a domingo, das 8h às 17h. Ingresso: R$6 por pessoa. Criança até 7 anos não paga (valores sujeitos a alterações).

Ecoturismo no Sul - Cânion Fortaleza - Julia MaioranaJá o Cânion Fortaleza, está situado a 23 Km de Cambará do Sul, no Parque Nacional da Serra Geral. Sua paisagem lembra as muralhas de um forte, com suas pontes e torres, por isso o nome “Cânion Fortaleza”. Em meio a belas paisagens, o visitante pode admirar as quedas d’águas das cascatas, o Mirante do Fortaleza, a Cachoeira do Tigre Preto, a famosa Pedra do Segredo, além de observar as praias que fazem limite entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.  

Cânion Fortaleza: Aberto todos os dias. Não possui uma infraestrutura, somente uma portaria. Horário de visitação: das 8h às 18h.

Tem alguma atração que está faltando que você já foi ou gostaria de conhecer? Comente com a gente para que possamos incluir neste post. Sua opinião é muito importante para mim. Ah, se quer receber todas as postagens no seu email, não esqueça de se inscrever na newsletter.

Espero que tenha gostado!

Compartilhe:

2 thoughts on “Ecoturismo no Centro-Oeste e Sul”

  1. Cássia disse:

    oi tudo bem?
    Gostei da sua matéria e me ajudou bastante,porém, Serra Do Cipó em Minas Gerais fica no sudeste não no centro oeste. Então o titulo seria Ecoturismo no Centro Oeste, Sul e Sudeste . E Minas Gerais é no SUDESTE ok?

  2. Julia Maiorana disse:

    Oi Cássia!

    Muuuitíssimo obrigada pela correção. Realmente passou, apaguei o conteúdo sobre Serra do Cipó para não confundir mais ninguém, ok?

Os comentários estão fechados.

2016 Julia Maiorana | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

Muitas imagens utilizadas neste blog vêm de fontes diversas e muitas vezes não autorizadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no blog e você desejar a remoção ou os devidos créditos, por favor envie um email para [email protected] que prontamente atenderei à solicitação.