Turismo Responsável: como turistas estão mudando a mentalidade para viajar com consciência ecológica

Categorias:

Destinos,Utilidades
Compartilhe:

Um relatório divulgado pela mídia social Pinterest aponta os comportamentos em alta para 2020 com base nos dados dos 250 milhões de usuários ativos na plataforma ao redor do mundo. No setor de viagens, a principal tendência esperada para os próximos meses é o aumento da preocupação dos viajantes com o meio ambiente.

Não se trata de uma moda passageira, mas sim de uma nova consciência sobre a relação do ser humano com o planeta. Os hábitos de viagem começam a mudar à medida que os viajantes reduzem danos ao explorar novos destinos, ao monitorar seu impacto ambiental/cultural, ao adotar meios de transportes mais limpos e ao buscar aventuras mais responsáveis com o meio ambiente. 

Impactos do turismo

Turismo Responsável - 10

Aeroportos lotados e engarrafamentos de aviões. Uma cena típica nos principais do mundo.

As pessoas estão viajando mais. Segundo um estudo da Organização Mundial de Turismo (OMT), o número de viagens internacionais aumentou cerca de 4% em 2019. 

Os motivos que levam a esse crescimento são vários. O aumento do poder aquisitivo da classe média ao redor do mundo, passagens aéreas mais baratas, um trabalho forte de marketing turístico em mídias sociais, além de metas agressivas de empresas que deixam as viagens muito mais atrativas.

Mas, esse turismo causa impactos e nem sempre são impactos positivos. Se por um lado o turismo gera empregos diretos/indiretos e melhora a situação socioeconômica da região, por outro lado, a presença de turistas pode causar impactos extremamente nocivos. O mau uso dos espaços, superlotação, depredação de patrimônio e poluição do ambiente estão entre os fatores têm deixado muita gente com o pé atrás.

Mudança que vem de dentro

turismo-responsavel-julia-maiorana-11

A procura por hotéis ecológicos cresceu no último ano.

Por isso, é cada vez maior a quantidade de pessoas preocupadas em fazer turismo responsável. As ações que envolvem ser “um turista melhor” tomam conta do comportamento dos viajantes ao redor do mundo. Isso impacta desde os itens que serão levados na viagem, passando pela escolha do transporte e os destinos da jornada.

A mudança para atitudes mais ecológicas começa dentro de você. Primeiramente é necessário ter a consciência que enquanto turista você causa impactos nos destinos que visita. Depois, precisa se perguntar “quem impactos são esses?”. Assim você pode pensar em maneiras de melhorar suas atitudes.

Por isso, eu separei algumas dicas para quem quer praticar o Turismo Responsável. Comece aos poucos, com pequenas ações e vá ampliando a lista com a meta de deixar somente pegadas positivas por onde você passar.

As principais atitudes de um turista responsável

No Hotel

Turismo Responsável - Julia Maiorana - 3

Sabe aqueles kits de higiene com embalagens de mini-shampoo e mini-condicionador que são oferecidos nos hotéis? Eles são uma ameaça para o meio ambiente, pois a maioria das embalagens não são biodegradáveis.

Aqui a ideia é que o viajante leve na mala o seu próprio kit de higiene em frascos reutilizáveis, além do uso da escova de bambu ao invés de comprar materiais de plástico, por exemplo. 

Turismo Responsável - Julia Maiorana - 1

No Hotel Lake House, Austrália. Preocupação com descarte de plástico é uma realidade. As embalagens de shampoo, condicionador e sabonete ficam presos à parede e são reabastecidos durante a faxina dos quartos.

Outras medidas em hospedagens incluem usar a toalha e roupa de cama por mais dias, evitando o uso das máquinas de lavar dos hotéis. Estar atento ao uso consciente da energia elétrica também importa, como desligar lâmpadas e o ar condicionado enquanto o hóspede não estiver no quarto. Essas atitudes evitam a produção de energia elétrica sem necessidade, evitando a emissão de gases nocivos na atmosfera.

Nos restaurantes, a dica é preferir os serviços à la carte do que os de buffet a quilo, pois a taxa de desperdício de alimento é infinitamente maior em serviços de buffet. 

Meios de transporte limpos

O luxuoso e responsável The Canadian: passeio de trem com 34 paradas, Wi-Fi e jantar de luxo entre as cidades de Toronto e Vancouver.

Sabia que o setor de transporte aéreo é responsável por boa parte das emissões de poluentes no mundo? De acordo com a Organização de Aviação Civil Internacional (Oaci), os aviões representam 13,3% das emissões mundiais de dióxido de carbono (CO2). 

Ainda não existe um transporte realmente eficaz que possa competir com a praticidade dos aviões. Mas, viajantes pensam em compensações, como o uso de transporte público, bicicletas e viagens de carro compartilhadas.

Sabe-se que o peso da aeronave é fator determinante na emissão dos poluentes, pois quanto mais pesada, maior é o esforço para mantê-la funcionando. Por isso, economizar na bagagem pode ser uma boa forma de diminuir esse impacto. O uso do “leve somente o essencial” acaba fazendo muito sentido no Turismo Responsável. 

Apesar das empresas aéreas investirem em pesquisas para o uso de biocombustível e outras práticas menos poluentes, a previsão para uma frota de aviões “limpa” está prevista somente para 2040. O fato é que as viagens à longa distância estão aumentando, assim como a emissão de gases que agravam o efeito estufa.

Turismo Responsável - Julia Maiorana - 5

Primeiro avião desenvolvido pela Embraer e Boeing que usa biocombustível.

Ativistas e viajantes têm se empenhado em campanhas nas mídias sociais para incentivar que as pessoas evitem viajar de avião e escolham opções menos poluentes. E quem diria: os trens voltaram a fazer parte dos roteiros de viagem. Um meio de transporte mais lento, porém com impacto menos nocivo para o meio ambiente.

Atenção aos resíduos

Uma das maiores reclamações de moradores de lugares que recebem muitos turistas é o lixo produzido e mal descartado. A dica aqui é contar com sacolas reutilizáveis, canudos de metal, procurar não usar plásticos descartáveis e manter atenção para jogar o lixo nos lugares apropriados. A dica vale não só para os lugares que você visita, viu? Mantenha essa atitude na sua rotina!

A escolha do destino

Liubliana (Eslovênia): A capital verde da Europa

Preferir visitar lugares que estão empenhados em combater as mudanças do clima e preservar seus ecossistemas é um passo gigante no turismo responsável. Algumas cidades que valem a visita são: Bali (Indonésia), Liubliana (Eslovênia), Puerto Natales (Chile) Ilha Felicité (Seychelles), Baiona (Espanha) e algumas regiões de Portugal. No Brasil, Curitiba está entre as cidades que mais se preocupam com sustentabilidade. 

Slow Travel

Em Veneza (Itália): moradores locais se sentem prejudicados pelo turismo em massa na região.

Cidades mundialmente famosas por suas atrações turísticas como Veneza e Paris experimentam um fenômeno que incomoda os moradores locais. A superlotação de viajantes tem causado sérios problemas, como o aumento do custo de vida (incluindo valores de aluguéis), atrapalham o cotidiano, afetam o patrimônio e prejudicam a natureza. 

Um relatório levantado pela empresa Official Esta (Sistema Eletrônico para Autorização de Viagem) em 2019 revela alguns destinos cujo número de turistas supera o número de habitantes. Miami (EUA) encabeça a lista, com cerca de 1641 turistas para cada habitante. Em seguida vem Las Vegas (EUA), com 993 turistas para cada habitante.

Viajantes preocupados em explorar destinos mais tranquilos ou até mesmo em procurar roteiros longe das multidões tendem a praticar o “Slow Travel”. Uma prática que procura vivenciar uma cultura imersiva, aproveitar culinária feita por comerciantes locais e visitar lugares pouco explorados.

O Slow Travel está intimamente ligado ao turismo responsável, pois incentiva viagens mais lentas, profundas e sustentáveis. 

Turismo Responsável - 9

Alimentos frescos e locais são prioridade no Slow Travel.

Veja também:

Slow Travel, a tendência que conquista cada vez mais adeptos

 

E você, o que tem feito para se tornar um turista mais responsável? Compartilhe outras dicas aqui comigo! 

Compartilhe:

2016 Julia Maiorana | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

Muitas imagens utilizadas neste blog vêm de fontes diversas e muitas vezes não autorizadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no blog e você desejar a remoção ou os devidos créditos, por favor envie um email para [email protected] que prontamente atenderei à solicitação.