A viagem ao Peru: um energizante passeio pelas ruínas incas

Categorias:

América do Sul,Experiências
Compartilhe:

Para quem quer uma viagem totalmente turística, o ideal é seguir direto para Cusco e de lá para Águas Calientes, a base de Machu Picchu. Vem comigo em uma viagem ao Peru! 

Há dois  anos,  comecei a falar: “Quero ir pro  Peru!”.  Apesar de  ser  um  país  incrível,  interessante e bonito, não é um local que todos topam na mesma hora. Após algumas pesquisas de programas de voluntariado, preços e pacotes para ir sozinha, uma amiga (que, diga-se de passagem, sempre topa minhas viagens) falou que adoraria ir. Não dei nem tempo pra ela desistir.

Comecei a planejar a viagem. Como uma boa e ávida viajante, pesquisei, vi datas, preços, hotéis e tudo que era necessário. Percebi que, para uma viagem ao Peru, as pessoas se programam com pelo menos três meses de antecedência, pois os ingressos para ir a Machu Picchu são limitados, dependendo da montanha a visitar. Pesquisa vai, pesquisa vem, concilia agendas, verifica se o clima é propício, feriado, passagem, até que, me dei conta que estava com a viagem toda montada.

A época ideal para a viagem é entre maio e setembro, onde a possibilidade de chuva é menor. Fui no final de abril e o tempo estava perfeito. Com, quase, tudo pronto, chamei meus pais para a aventura. Saímos de Belém até São Paulo, de lá pegamos um voo de, mais ou menos, 5 horas até Lima, via LATAM. De lá, embarcamos para Cusco (1h20), onde dormimos e, para aclimatizar, aproveitamos o restante do dia. Na manhã seguinte fomos para Águas Calientes, a base de Machu Picchu, de trem (aproximadamente 3h). Uma das melhores viagens! Fizemos no Belmond Hiram Bingham, mesma empresa que opera o famoso Expresso do Oriente na Europa.

De cara, subimos em Machu Picchu, pois nosso bilhete de trem dava essa opção. Fomos para o hotel descansar e, no dia seguinte, eu e minha amiga subimos a Wayna Picchu (a montanha maior de onde se vê toda a cidade perdida de Machu Picchu). Sabia que a viagem ia ser totalmente turística, por isso planejei irmos direto para Cusco e Machu Picchu e, na volta, descansaríamos em Lima antes de retornar para casa. Foram muitas emoções. Realizações de sonhos meus e de pessoas queridas, experiências novas, histórias a compartilhar, sabores diferentes.

 

O que aprendi sobre a viagem ao Peru

  • Viagem ao Peru - Huayna Picchu - Julia MaioranaNa entrada do parque arqueológico não existe bilheteria, por isso é recomendável comprar os ingressos para a entrada de Machu Picchu com antecedência. Você encontra no site oficial de Machu Picchu. Porém, o sistema só aceita cartão Visa. Planeje-se, os ingressos são limitados. São 2.500 pessoas/dia para Machu Picchu e 400 pessoas/dia para a montanha de Huayna Picchu, aquela mais alta que você bate a foto da cidadela de Machu Picchu. Vale a pena a foto!
  • Se você tem poucos dias para viajar, em uma semana você consegue fazer o básico: Lima, Cusco e Machu Picchu, ainda inclui um passeio até as ruínas de Pisaq, onde tem a feira de artesanato.
  • Cusco é uma pequena cidade encantadora. Aquela em que você faz tudo a pé. Várias opções de hotéis para todos os gostos e bolsos. Uma boa localização para ficar é perto da Plaza de Armas, a praça principal onde há uma concentração de pontos turísticos, café, restaurantes e lojas de souvenires.
  • Dependências do Hotel JW Marriot El Covento Cusco

    O Hotel JW Marriot El Covento Cusco possui um estilo colonial. No local existiu um antigo convento e a Rede Marriot preservou sua arquitetura e história. No subsolo existe um pequeno museu com as ruínas que foram encontradas durante a construção do hotel. Vale a pena conhecer!

  • Tem pessoas que fazem bate e volta de Cusco-Machu Picchu no mesmo dia. Porém, acho cansativo e você acaba não aproveitando o seu tempo nas ruínas. O ideal é dormir em Águas Calientes. Não tem muitas opções para fazer na cidadezinha, mas serve de base para descanso no antes e depois. E lá você encontra opções de hotéis e albergues.
  • Em Lima, Miraflores e San Isidro, são as melhores opções de bairros para se hospedar. Já o centro histórico, onde estão as principais atrações, possui alguns lugares para se hospedar, porém não é muito recomendável por questões de segurança. Há também o bairro Barranco, uma opção mais boêmia e muita animada, cheio de bares e galerias de arte.
  • Atualmente, o Peru é muito conhecido também pela sua culinária privilegiada. Além do restaurante #1 da América Latina ser de Lima, o país conta com mais oito restaurantes entre os 50 melhores da América Latina, de acordo com a lista divulgada em 2015 e 2016.
  • O Restaurante Central é o número um da lista dos melhores da América Latina. Trabalha com menu degustação. Só aceita reserva. Porém, para quem decidiu viajar em cima da hora e não
    Viagem ao Peru - La Mar Cevicheria - Julia Maiorana

    Temperos e cores da deliciosa cevicheria La Mar

    conseguiu um horário, pelo menos, três meses antes, pode arriscar a ir e sentar no bar, degustar uns drinks típicos e quem sabe, conseguir uma mesa. Há quem diga que vale a pena!

  • O renomado Chef Gaston Acurio tem mais de quatro restaurantes pelo país. O meu preferido foi a cevicheria, chamada La Mar. Ambiente informal e aconchegante. Comida saborosa. Atendimento muito bom. O menu conta com uma variedade de ceviches e frutos do mar. Ótima pedida para um fim de semana ou um almoço de domingo mais prolongado.

 

Energizante

Quando me perguntam se eu gostei da viagem, respondo logo: Adorei! É um turismo diferente. Você não visita apenas os pontos turísticos. Você vive a cidade, a história, participa dos passeios, dos lugares. Você consegue sentir a energia do país. E você, já foi ao Peru ou pretende ir um dia? Comente aqui para eu saber o que você achou desse lugar!

Tags:
Compartilhe:

9 thoughts on “A viagem ao Peru: um energizante passeio pelas ruínas incas”

  1. Alessandra Barros disse:

    Adorei as dicas! Bjs

    1. Julia Maiorana disse:

      Obrigada! 😘 Estou preparando uns posts mais direcionados. É uma viagem linda!

  2. Andreia Lamarao disse:

    Eu já estava com vontade de conhecer o Peru, depois das suas dicas, tive certeza de que vou!!!

    1. Julia Maiorana disse:

      Oi Andreia! vais amar. vale a pena. beijos.

  3. Victor Rondan disse:

    Olá gente
    primeiramente parabéns pelo blog.
    eu sou peruano gostaria falar de peru e machu picchu.

    Machu Picchu é considerada patrimônio mundial pela Unesco .
    A cidade Inca também é uma das maravilhas do mundo, o que atrai turistas do mundo todo. É uma grande área onde o mundo se mistura.
    viagem ao Peru e uma diversidade de pacotes de viagens em Machu Picchu Peru.
    para mais informação visitem nosso site https://www.machupicchupacotes.com.br/

    1. Julia Maiorana disse:

      Ola Victor!
      Obrigada pela colaboração.

      Julia

  4. Ricardo disse:

    Olá pessoal!!
    sensacional suas dicas Julia.
    Porque escolher Peru para sua próxima viagem?
    Cada dia as pessoas se perguntam para onde quiserem viajar na sua próxima férias. Convido-lhes a visitar Peru. Um país mágico e incomparável que durante os últimos anos teve uma evolução favorável a nível econômico, cultural, social e turístico.
    As razões de porque deveria visitar Peru é porque possui uma das 7 maravilhas do mundo moderno, Machu Picchu, a cidadela perdida dos Incas do século XV que foi descoberta no século passado, você visualiza a harmonia da natureza junto com o trabalho perfeito logrado na sua arquitetura.

    Por outra parte a riqueza natural e cultural do Peru é diversificada e que tudo o mundo pode apreciar em suas manifestações culturais expressadas em seu folclore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2016 Julia Maiorana | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

Muitas imagens utilizadas neste blog vêm de fontes diversas e muitas vezes não autorizadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no blog e você desejar a remoção ou os devidos créditos, por favor envie um email para [email protected] que prontamente atenderei à solicitação.