Viagens de trem: rotas incríveis ao redor do mundo

Categorias:

Destinos,Roteiros
Compartilhe:

Em uma realidade onde tudo acontece tão rapidamente, viajar de trem parece uma experiência para lá de diferente. Mais lentos, eles contrastam com a velocidade da vida contemporânea. 

Há muitas décadas, os roteiros de trem fizeram parte das viagens turísticas, mas logo foram substituídos pela modernidade e rapidez dos aviões. Logo, os trens se tornaram meio que uma experiência de vanguarda, algo como uma “viagem no tempo”. 

Mas, as coisas mudaram. Os roteiros de trem voltaram com tudo; agora mais modernos, luxuosos e ecologicamente corretos. O trem está entre os queridinhos dos jovens, principalmente os que procuram opções transportes menos prejudiciais ao planeta.

Trem: Meio de transporte limpo

O trem retorna como opção para transporte porque é um dos meios mais limpos que existem, pois a quantidade emitida por ele é menor do que outros transportes como o carro e principalmente o avião. 

Segundo a Agência Ambiental Européia (EEA, na sigla em inglês), em uma viagem de trem o passageiro responde pela emissão de mais ou menos 14 gramas de dióxido de carbono (CO2) por quilômetro, enquanto que em uma viagem de avião o mesmo passageiro emite 284 gramas. 

O problema não é só o CO2. Ao queimar combustível, o avião também libera vapor de água e óxido nitroso, que são outros gases que causam efeito estufa. Quando essas reações acontecem em grandes altitudes, o impacto desses gases é maior.

Em uma realidade onde a mudança climática está no centro das atenções, pensar em soluções menos poluentes para viajar é uma alternativa prática para cuidar do planeta. 

Além do mais, as viagens de trem estão entre as mais agradáveis experiências, dessas que você curte não somente o destino, mas também a jornada. Muito luxo, conforto, cenários deslumbrantes, natureza e cidades charmosas farão com que você se apaixone por esse estilo de viagem.

Veja também

Turismo Responsável

Slow Travel 

Abdicar das viagens de avião ainda parece uma realidade distante, mas podemos incluir os trens nos roteiros de turismo. Veja algumas opções de passeios ao redor do mundo!

Serra Verde Express – Brasil 

Viagens de Trem - Serra Verde Express - Julia Maiorana

Vamos começar com uma opção brasileira, que tal? O passeio de trem Serra Verde Express sai de Curitiba (PR) para a cidade história de Morretes (PR). O trem atravessa 30 pontes, 14 túneis e passa por uma ferrovia do século XIX. 

O cenário exibe as maravilhas da Serra do Mar, como a mata atlântica e cachoeiras. A viagem percorre 150 quilômetros, dura cerca de quatro horas. Eles contam ainda com outras opções de rotas, incluindo um passeio ao pôr do sol ou parada extra na cidade de Antonina (PR). 

Rovos Rail – África 

Viagens de Trem

Na África, o destaque vai para o luxuoso Rovos Rail. A viagem faz conexão com alguns destinos da África do Sul, tem gastronomia impecável e oferece visão privilegiada no mirante localizado ao final do trem para apreciar os cenários da rota. 

Alguns dos roteiros incluem os trajetos Pretória – Cidade do Cabo, Pretória – Durban (com safári no caminho), Pretória – Victória Falls, Pretória – Swakopmund (Namíbia), entre outros.

Maharajas ‘Express – India 

Viagens de Trem - Julia Maiorana

Maharajas ‘Express leva seus passageiros a uma viagem de luxo pela India. Ele opera em diferentes rotas, mas abrange principalmente Udaipur, Jodhpur, Bikaner, Jaipur, Ranthambore, Agra, Nova Délhi e até Mumbai. Atenção especial para o trajeto “Gems of India”, que passa pelo Taj Mahal.

São 14 vagões com nomes inspirados em pedras preciosas, como Moti (pérola), Heera (diamante) e Neelam (safira azul), que podem receber até 88 passageiros. 

Mont Blanc Express – França e Suíça

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Cathy (@titi631) em

Se você quer conhecer a França e Suíça de um jeito verdadeiramente especial, vale apostar em uma das viagens de trem oferecidas pela Mont Blanc Express. No caminho, os atributos naturais ganham a atenção dos passageiros: desfiladeiros, vilarejos antigos e especialmente a geleira de Mont Blanc, considerada como a mais alta de toda a Europa.

The Ghan – Austrália

Viagens de trem - The Ghan - Julia Maiorana

O percurso de trem mais famoso da Austrália, e talvez o maior! O The Ghan percorre uma distância de 2.979 km, cruzando o país de norte a sul. São alguns dias de viagem na rota Adelaide – Alice Springs – Katherine – Darwin, onde o trem faz pequenas paradas para que os passageiros explorem melhor os destinos.

The Rocky Mountaineer – Canadá

São quatro rotas diferentes que passam por paisagens estonteantes no sudeste do Canadá. Os turistas locais costuma começar pela jornada “First Passage to the West”, que parte da costa de Vancouver, passa pela Columbia Britânica e desembarca na cidade de Banff.

Tren a las Nubes – Argentina 

Viagens de trem - Tren a la nubes - Julia Maiorana

Se você gosta de altitude, o Tren a las Nubes (Trem para as nuvens, em português) é perfeito para você. O trem percorre 200 quilômetros, saindo da cidade de Salta (Argentina), ele vai subindo em um lento zigue-zague de quase quatro mil metros pelas montanhas até os Andes, na divisa com o Chile. 

São sete horas de viagem com a Cordilheira dos Andes de cenário, montanhas coloridas, pontes, túneis, e ainda dá para apreciar o Viaducto La Polvorilla.

Transiberiana – Rússia 

Eis aqui uma das maiores rotas de trem do mundo! São quase 10 mil quilômetros de trilho, levando passageiros de Moscou até Vladivostok em mais ou menos sete dias de viagem.

Só para ter uma noção da distância, o Transiberiana cruza oito fusos horários. Se não estiver satisfeito com a distância, pode ainda fazer conexão para Pequim (China). Muitos mochileiros e moradores locais utilizam esse trem para fazer o deslocamento dentro da Rússia.

Para quem gosta de viagens mais luxuosas e confortáveis, vale a pena investir na opção  “Golden Eagle Luxury”. São 14 dias de viagem, sendo 12 dentro do trem e duas nos hotéis Hyundai em Vladivostok e Aurora Marriot em Moscou.

Belmond Hiram Binghan – Peru 

Hiram Bingham - Viagem de Trem - Julia Maiorana

Aqui a dica é de uma experiência pessoal. Quando estive no Peru, percorri a trilha do Hiran Binghan para fazer o caminho de Cuzco até Águas Calientes (cidade base de Machu Picchu). 

O Belmond Hiran Binghan é considerado como o Expresso do Oriente da América Latina, pois foi concebido pela mesma empresa (a Belmond) nas mesmas características que o icônico Expresso do Oriente. A viagem dura cerca de 30 minutos, super valeu a pena.

Veja também:

Hiram Bingham – O expresso do oriente da América Latina 

 

Viajar de trem está em alta, vamos embarcar nessa? Para ter acesso a outros conteúdos de viagem diretamente no seu e-mail, inscreva-se na minha newsletter! Um beijo! 

Compartilhe:

2016 Julia Maiorana | Desenvolvido e gerenciado por gCampaner

Muitas imagens utilizadas neste blog vêm de fontes diversas e muitas vezes não autorizadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no blog e você desejar a remoção ou os devidos créditos, por favor envie um email para [email protected] que prontamente atenderei à solicitação.